PAGINA INICIAL HISTÓRIA EVENTOS REGULAMENTOS INFORMAÇÕES NOVIDADES FILIAÇÃO ONLINE FALE CONOSCO
Estatuto FETC
Relatórios
Portarias/Legislações
Filiação e Anuidades
Certificado de Registro
Registro de Armas
Exclusão de Armas
Revalidação de CRAF
Guias de Tráfego
Como Proceder a Baixa na PF
Noticias FETC
Programação de eventos
Clubes
Localização
Resultado das Provas
 
Patrocínio:




 
 
 
VOLTAR
Pressão popular é essencial para revogar Estatuto do Desarmamento
Deputado Peninha
19/02/2013
 

Autor de um dos projetos mais polêmicos desta legislatura, o deputado federal Rogério Peninha Mendonça (PMDB/SC) pede ajuda da população para que a tramitação do PL 3722/12 seja mais rápida. A proposta revoga a lei atual, conhecida como Estatuto do Desarmamento, e dá novas normas para a aquisição, posse e porte de armas de fogo no Brasil.

De acordo com Peninha, a iniciativa de encabeçar esse movimento veio dar urnas: “em 2005, 64% da população brasileira foi contrária ao desarmamento, mas o governo ignorou essa maioria absoluta e empurrou ‘goela abaixo’ a lei que está em vigor”. Para o deputado, os índices crescentes de violência provam que tirar armas das mãos do cidadão de bem não é o melhor caminho. “50 mil pessoas são assassinadas todos os anos no Brasil. Temos apenas 3% da população mundial, mas somos responsáveis por 10% dos homicídios. Será que não é hora de tomarmos uma atitude?”, criticou ele.


Desarmamento no século XX

- Em 1911, a Turquia desarmou a população. De 1915 a 1945, um milhão e meio de armênios foram caçados e exterminados pelos turcos.

- Em 1929, a União Soviética desarmou a população. De 1929 a 1953, cerca


- Em 1935, a Alemanha Nazista desarmou a população “não ariana”. De 1935 a 1945, cerca de 13 milhões de judeus, eslavos, ciganos, poloneses e turcos, considerados racialmente inferiores, foram exterminados. de 20 milhões de dissidentes políticos foram exterminados pelo Partido Comunista.

- Também em 1935, a China desarmou a população. De 1948 a 1952, 20 milhões de dissidentes políticos foram eliminados pelo Partido Comunista Chinês.

- Em 1956, o Camboja desarmou a população. De 1975 a 1977, um milhão de pessoas consideradas “perigosamente instruídas” foram eliminadas pelo regime.

- Em 1959, Cuba desarmou a população sob a alegação de que a revolução estava concluída e que o povo já não precisava mais de armas. Sabe-se que, apenas nos primeiros seis meses no poder, mais de 800 dissidentes e inimigos políticos de Fidel Castro, incapazes de qualquer reação, foram presos e executados.

- Em 1964, a Guatemala desarmou a população. De 1964 a 1981, cerca de 100 mil índios maias foram caçados até o extermínio.

- Em 1970, a Uganda desarmou a população. De 1975 a 1979, cerca de 300 mil cristãos, foram caçados sem trégua até a morte.


Como você pode ajudar

A Câmara dos Deputados possui um mecanismo de participação popular, chamado de “Fale Conosco”. Através dele, o cidadão se posiciona sobre qualquer tema que esteja em discussão no Congresso Nacional. Trimestralmente, o Departamento de Comunicação Interativa distribui a todos os 513 deputados federais o relatório dos PLs mais citados.
Os dados servem de termômetro para as votações no plenário da Casa.

Para dar a sua opinião sobre o projeto que prevê a revogação do Estatuto do Desarmamento, siga estes dois passos.

1º - Ligue para o número 0800 619 619, disque a opção 1 e depois a opção 2;

2º - Diga que você é favorável ao PL 3722/12, do deputado Peninha.

Pronto! Você contribuiu para que os brasileiros voltem a ter direito à legítima defesa. Quer ajudar mais? Divulgue este número para seus amigos e familiares. A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer parte do Brasil, desde que seja de um telefone fixo – incluindo telefones públicos.

 


Fonte da Noticia -
http://deputadopeninha.com.br/noticias/pressao-popular-e-essencial-para-revogar-estatuto-do-desarmamento-diz-peninha/

 
VOLTAR
 
 
 
 
FETC - Federação Esportiva de Tiro e Caça de Santa Catarina
RUA ITAJAÍ, 2560 - BAIRRO VORSTADT -
BLUMENAU - SC - BRASIL CEP 89.015-206
FONE: 55(47)3322.6707
E-MAIL: fetc@fetc.com.br

Horário de funcionamento:
De 3ª a 6ª feira das 08:30 as 12:00 e das 14:00 as 17:30
 
www.fetc.com.br © Todos os Direitos Reservados
 
Mapa de Localização
 
Sugerimos visitar também: